You are currently browsing the category archive for the ‘Mau humor’ category.

O que as pessoas não se dão conta não é apenas que, por ser deficiente, necessita tratamento especial, vaga disponível por sua condição. Mas simplesmente não dá para um cadeirante desembarcar de um carro numa vaga comum, nem arranhando o carro que estiver à volta. Experiência própria. É necessário espaço e não raro temos que trancar o fluxo no corredor para o desembarque e só então colocar o carro numa vaga qualquer.

Já ouvi a desculpa do “volto em um minuto”. Mas cadeirante está sempre tendo que esperar por tudo. É uma mãozinha aqui para entrar em lugares sem rampa, outra lá para alcançar alguma coisa num mundo de planos “corpo inteiro”. Se vai pegar ônibus, tem que esperar por determinados horários quando passa o adaptado. Se usa o carro, tem que esperar pelos cara-de-pau que ocupam a vaga. É um mundo de espera para quem atravessar de uma calçada a outra torna-se uma maratona porque a maioria dos lugares não é adaptado.

Então, é muito mais fácil ocupar uma das trocentas vagas do estacionamento do que aquela uma para deficientes. Matemática complicada? Então sinto informar que você sofre de alguma deficiência cognitiva, ou pior, deficiência de bom senso. Essa, às vezes, incurável.

Anúncios

Fui comentar sobre O Livro dos Abraços, do Galeano, lá no Usina e descobri que essa mania aqui tem um adendo:

O marcador que veio da loja, dentro deixo do livro, marcando algo que gosto ou na página que ele estava antes de eu chegar ao fim da leitura.

O meu aniversário foi ótimo, comemorei no Punta del Diablo. Adoro o lugar, mas o atendimento não é lá essas coisas e me aprontaram uma que na hora não reclamei para não estragar o clima da festa, mas emplaquei essa notinha no Informe Especial da Zero Hora de hoje. Boicotem as sobremesas do Punta del Diablo!

Bolo superfaturado
Aniversariante levou sua torta preferida para servir aos amigos na comemoração que fez em uma pizzaria no bairro Petrópolis. Como a casa tem sobremesas, aceitou servir o doce desde que se pagassem R$ 6,90, valor cobrado pelas tortas da casa. Resultado: a turma de seis pessoas gastou R$ 41,40 por algo que não consumiu. E o bolo de morangos da aniversariante tinha custado só R$ 29.

Hoje está chovendo, dia cinza. Igualzinho na semana passada. Estou preferindo os dias assim aos ensolarados.

Pelo menos não está tudo negro, só cinza…

Enquanto não posto nada mais útil aqui, alguém pode me explicar o que é que tem a ver aquela irritante música de uma propagada que diz assim: “não tem cara de tiozão, mas acelerou meu coração”?

 E pior que gruda! E dá toda hora!

Estou muito suscetível a irritação. Estou tendo que trabalhar dobrado, e o que é pior, de manhã e mais meu horário normal (tarde e noite). E mais as pilhas de roupas que tenho para lavar em casa (lerê, lerê).

E por isso, ainda não pude gozar de uma folga por ter trabalhado até às 5h da manhã esses tempos aí…Vou ver se marco logo os 20 dias que me restam de férias, porque em agosto terei direito a mais 30! Acho que mereço e preciso!

“Não tenho dinheiro pra pagar a minha ioga
Não tenho dinheiro pra bancar a minha droga
Eu não tenho renda pra descolar a merenda
Cansei de ser duro vou botar minh’alma à venda
Eu não tenho grana pra sair com o meu broto
Eu não compro roupa por isso que eu ando roto
Nada vem de graça nem o pão nem a cachaça
Quero ser o caçador, ando cansado de ser caça”

Quero ir para babylon

No país onde tudo acabou em pizza no ano passado, os problemas que persistem agora acabam em samba. 

Da Zero Hora de sábado: Infraero distribuiu camisinhas e contratou passista para distrair passageiros em dia de filas e 36% dos vôos atrasados

Não agüento mais carnaval. Não é porque estou trabalhando e está todo mundo na praia. Não queria estar na praia, nem pulando com os indicadores para cima em algum clube. Mas também não agüento mais trabalhar com esse assunto.

O carnaval é o ópio dos brasileiros, a prova disso é que nem feriado é e todo mundo falta ao trabalho durante dois dias (menos eu e meus colegas aqui que ficamos ouvido o som das baterias baixinho na tevê).

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 24 outros seguidores

Twitter

Top Clicks

  • Nenhum

Blog Stats

  • 250.662 hits
abril 2019
S T Q Q S S D
« maio    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
Anúncios