You are currently browsing the tag archive for the ‘big plan’ tag.

Tanto tempo sem entrar aqui que o wordpress até me pediu a senha. Então me senti na obrigação de fazer pelo menos um post do tipo “há quanto tempo não venho aqui”.

Passaram-se meus três meses em Londres, sendo que no último viajei quase todos os finais de semana. Fui para Oxford e Escócia. E depois, nos últimos dias antes de vir para a França, foram de uma correria só, mas de ótimos momentos. Eu fui para Liverpool numa sexta-feira e voltei no sábado bem tarde. No domingo bem cedo fui para Amsterdam e voltei na terça no final da tarde. Menos de 24h depois eu já estava rumo à Marseille, na França.

Tenho tantas coisas para escrever dessas viagens, tantas impressões… mas papel e fotos não traduzem tudo. Sim, descobri isso com os europeus. Eles têm razão. Mas aproveitei muito os momentos. E agora, nouveau vie! De um jeito que nem sei dizer se era o que eu esperava há muito tempo ou é tudo muito diferente. Só sinto que é do jeito que eu mereço. E não sei o que será do amanhã. Em fato, a gente nunca sabe, mas a gente sempre acha que pode controlar. Eu desisti. Estou indo na direção do vento e tenho encontrado boas surpresas. Dificuldades? Certamente haverá, mas já passei por tantas que tudo parece fácil.

Cheguei a conclusão que muitas pessoas vão para Londres quando não sabem o que fazer da sua vida. Eu era uma delas. Mudei de país. Mas ainda não sei se me encontrei ou me perdi de vez. Mas eu e uma das grandes amigas que fiz em Londres passamos a usar um motto: the life is just one!

E a minha é essa aí, sem caminho certo ou errado. Só caminho e quem vier comigo na mesma direção. Il est…

Anúncios

Que o velho mundo me traga novas teorias.

É nesta sexta!

Je suis de partir sur route du vent
Je suis la jeune fille aux cheveux blancs

Na quarta passada eu assisti novamente (500) Days of Summer, e sei lá, dessa vez achei ela meio filha da puta. Acho que é porque estou em outro momento agora, há uma luz que nunca se apaga…

Eu sempre amei trilhas de filmes. As músicas tem outro significado para mim depois que fazem parte de uma história. Com a facilidade de ter músicas hoje em dia, tenho as trilhas de todos filmes que gosto e quando revejo presto atenção nas cenas em que a música se encaixa. Adoro todas desse filme… You make my dreams uhuhuhu oh yeah!

Mas dessa vez prestei atenção na cena do elevador que ela destaca o seguinte trecho da música There is a light that never goes out, dos Smiths:

To die by your side, such a heavenly way to die

Já eu destaco essa:

I never never want go home
because I haven’t got one
anymore

E essa música tocou na festa da última sexta, que é assunto para outro post… a seu tempo.

Tenho coisas para escrever, mas não está dando tempo, estou vivendo e aproveitando cada momento, até os antecedentes…

Faltam só 10 dias… o relógio marca 23h59, então são praticamente 9 dias…

Como me disse a Mônica, realizar um sonho causa emoção.

I’ll be back!
Je soutiens!

Faltam 16 dias. São só mais dois fins de semana.

Não sei se é muito ou se é pouco. Estou muito tranquila. Acho que a ficha ainda não caiu…

Estou bem feliz. Comecei o intensivo de inglês e na quinta-feira foi a última aula da semana e em nenhuma delas fiquei querendo correr porta a fora como aconteceu das outras vezes. E quem diria que isso ia acontecer na terrinha natal…

Na segunda decidi ver se teria intensivos por aqui e descobri o do Yázigi, com preço bom, quase igual ao mais barato que tinha visto em Porto Alegre, e a aula começava naquele dia. Fui correndo. Me colocaram numa turma que tinha alunos de 15 a 25 anos e era basicão demais. Então no outro dia conversei com a orientadora e me encaixei na turma dela. Duas meninas novinhas, mas menos bobinhas que as outras e uma ex-colega dos tempos de colégio! Uma das minhas melhores amiga na época, sentávamos juntas e tudo mais. Ela era um pouco mais velha que eu e aprontava um monte. Pois agora descobri que logo em seguida, quando perdemos o contato porque ela saiu da escola, ela se casou, aos 17 anos e tem um filho de 8! Agora quem anda aprontando sou eu. E a turma é essa, quatro meninas, até hoje, quando chegou um bendito ao fruto, que acho que foi professor nessa mesma escola que estudei com essa colega… well small city…

Mas meu entusiasmo é porque finalmente entendo a aula, o que está escrito no livro, o que a professora diz e consigo falar em inglês. Parece bobagem, mas é um grande passo para o meu universo. Chego em casa e faço os temas e mesmo sendo todos os dias  não acho cansativo. Uma coisa é certa: olhar muitas séries aumentou muito meu vocabulário e me treinou o ouvido, às vezes acontece de, sabe quando uma personagem faz uma pausa e tu consegue antever o que ele vai dizer e fala em voz alta? Eu consigo algumas vezes fazer isso e pensar direto na resposta em inglês e pronunciá-la!

Há não muito tempo, embora sabendo que era necessário, eu abominava a língua, não conseguia fixar os olhos em uma frase e quando fazia curso eu olhava mais para o relógio que para a professora. Um pequeno e primeiro passo que tenho certeza me levará para uma estrada longa.

Que venha the big plan!

Era para ter começado ontem, mas não estava no local certo. Então foi hoje, oficialmente, que dei o primeiro passo para o grande plano. E foi muito bom!

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 24 outros seguidores

Twitter

Principais mensagens

Top Clicks

  • Nenhum

Blog Stats

  • 245,565 hits
novembro 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930