20090710_195936_site2

Obra de Renoir de 1881 (um século antes do meu nascimento)

No dia 15 de maio eu estava vendo o Jornal Nacional e saiu uma matéria sobre a exposição Arte na França: 1860 – 1960: o Realismo. Fiquei maravilhada e com vontade de ir a São Paulo para vê-la. Aí falei em voz alta: eu queria ver essa exposição! Eu fechei a boca e o Willina Bonner disse: “Depois de São Paulo, a exposição seguirá para Porto Alegre”.

Se tudo na vida que a gente desejasse se realizasse assim…

Então terça-feira a mostra será aberta no Margs, é dessas exposições para ver mais de uma vez. Uma oportunidade única de ver um século de história da arte que teríamos que dar a volta ao mundo e ainda assim não veríamos todas porque algumas são de colecionadores particulares. Pela primeira vez no Rio Grande do Sul estarão pinturas de Courbet, Delacroix, Degas, Matisse, Monet, Van Gogh, Degas, Renoir, Cézanne, Miró, Picasso, Léger, Dalí e Manet, entre outros.

Tenho que dar um jeito de me imiscuir em alguma turma do curso que eu fazia para acompanhar uma aula com minha professora. Finalmente vamos poder saber a real cor de tantas obras estudadas em slides. E o legal de estudar arte é o treino do olho. Achei a foto ao lado no site do Margs, mas não tinha legenda. Fui para o google, minha primeira aposta era que seria do Renoir e bingo!

E viva o Ano da França no Brasil!