Normalmente eu escuto “só tu mesmo”. Mas agora estou reconhecendo, só eu para voltar para a academia depois de 54 dias parada, justamente no primeiro dia frio de inverno e ainda por cima um dia chuvoso. A parada foi por causa da obra, férias e depois uma gripe. Mas consegui recuperar os dias.

Bem, no dia em finalmente resolvi encarar a sério a academia também fazia muito frio e chovia. E apesar de algumas “paradas estratégicas”, pela primeira vez tenho mantido uma frequencia e um vínculo maior que apenas pagar a mensalidade. Acho que o clima do dia é um bom sinal.

A professora de Pilates mudou de novo e novamente uma série de exercícios que não conhecia. Meus pés chegaram a suar por dentro de tanta cãimbra, mas fui até o fim. E como cheguei cedo, ainda caminhei na esteira até a aula começar. Amanhã tenho que ir de novo! De volta à ativa.