Não dá nem vontade de comentar, mas desde que estava na faculdade eu convivi com esse fantasma da não obirgatoriedade do diploma para exercer a profissão de jornalista, a profissão que escolhi para mim.

Na época em que várias liminares saíram o motivo era que o diploma foi instituído na época da ditadura, mas agora um argumento mais ridículo ainda: a liberdade de expressão. Em tempos de internet, blogs e afins, quem é que não consegue se expressar. Pelo contrário, as pessoas chegam até estar saturadas de tanta opinião. E o pior é que não é para especialistas em economia, política e diversas áreas que isso vai abrir portas, mas para pampaquetes da vida, modelo, manequim e jornalista…

Eu cheguei a fazer o registro precário, quando estava valendo uma das liminares, mas claro, porque eu não iria abandonar a faculdade de jornalismo e poderia fazer algum freela de diagramação. Na verdade nunca cheguei a usar, mas o mais espantoso é que na época, se quer precisei provar que era alfabetizada, nada. Não foi pedido nenhum comprovante de escolaridade, nada. Eu podia ser uma jornalista e analfabeta. Espero que pelo menos isso tenha mudado. Isso é o mais ridículo e claro, as empresas que contratam profissionais sem formação. E olha que tem, das grandes. Normalmente são estudantes de comunicação (pelo menos isso).

Mas eu já andava desanimada e ontem quando acordei e vi a notícia na tevê eu senti que tinha colocado dinheiro e anos no lixo. Sim, porque eu fiz uma faculdade que não é preciso fazer! Já pensei várias vezes em fazer outra graduação e estava achando que era perda de tempo, que era melhor fazer uma pós, mas em comunicação? Agora acho que voltar para a faculdade não é mais andar para trás. Os ministros do STF me mostraram que andei para trás no dia que saí da faculdade!

E se não consideram nossa profissão como risco à vida, por exemplo, esperem para ver a catástrofe mundial que pode gerar uma notícia falsa… o mercado financeiro sabe bem o que especulações provoca… e as coisas podem ganhar sim proporções mais graves.