livroPor enquanto, com a reforma, livros, principalmente de arte (que são mais caros) virou sonho de consumo. Até porque com as mudanças que estou fazendo, alguns livros ficarão desalojados por enquanto, até projetar a sala…

Mas está na minha lista esta preciosidade:  Arte Brasileira Contemporânea, de Paulo Sergio Duarte.

Em 2005, eu estava visitando a 5ª Bienal do Mercosul no Margs com a minha turma de História da Arte, quando o Paulo Sergio Duarte, que foi curador daquela edição, adentrou o museu com um grupo de monitores e começou a lhes dar aula ali. Larguei a vista, já que a monitora era bem fraquinha, e fiquei em volta ouvindo… nossa aprendi um monte em poucos minutos! Uma pena que tive que sair para trabalhar… era uma aula que não tinha preço.

Confere aqui a matéria e a entrevista que saiu no Segundo Caderno da ZH sobre o livro.