2284736336_2224d4b0a5Depois de três anos fui assistir Tangos e Tragédias novamente no domingo. Ri das mesmas piadas, cantei… ô coisa boa! É o tipo de comédia bem bobinha, né? Mas é tão bom  dar risada por dar… E claro, continua igual como há 23 anos com alguns elementos novos… o google e o youtube já chegou na Sbornia. E a música é sempre boa nos seus inéditos arranjos com a gaita e o violino.

No final, quando eles saem para praça é que mudou um pouco. Eu estive na Sborniafest, o show de 20 anos que foi na Praça da Matriz, aberto ao público, quando fizemos o maior bah! da história dos pampas. Mesmo com a multidão que foi para a praça ver o show de graça tendo o monumento como cenário, os dois sairam no meio do povo cantando e tocando, dessa vez para fazer o caminho inverso: voltar para o Theatro São Pedro. Subiram naquela escada lateral e ali ficaram por muito tempo tocando e interagindo com o público, tudo porque a galera não arredava o pé, e o que seria um adeus foi se estendendo, se estendendo e mesmo sem microfone eles comandaram o público.

Então ontem eles saíram do Theatro seguido pela platéia, mas foram parar nessa sacadinha lateral. E foi ali que cantaram Meu Erro (bem que eu tinha achado que haviam cantado menos dessa vez) e novamente fizemos um bah! que desceu a Riachuelo e foi até o Cais do Porto.

Parece que aquela noite memorável provocou mudanças no espetáculo. 

No sábado foi a vez de ver a peça Homens. Algumas boas sacadas, só não precisava de um nu frontal e ver tantas vezes a bunda de um dos atores.

Anúncios