amelietop1.jpg

Vou guardar a data de hoje. O dia em que fez 10 anos da morte da Princesa Diana. Há 10 anos atrás, Amélie Poulain ao ver essa notícia deixou cair a tampa do seu vidro de perfume, descobriu uma caixinha de brinquedos de um antigo morador de seu apartamento em Montmartre e decidiu que se Dominique Bretodeau se emocionasse quando encontrasse suas reminiscências ela iria se imiscuir na vida das pessoas e a vida lhe retribui com o seu Nino.

Há alguns dias atrás eu estava desiludida com esse fabuloso destino. Será que o Nino soube retribuir e valorizar o amor da Amélie? Mas resolvi virar o jogo e pensar nos sonhos que escolhi para mim. Até agora fiquei dormindo, esperando o príncipe vir me acordar e ir viver comigo meus planos. Mas não tem cavalo branco, nem olhos azuis e os cabelos da cor do trigal. E a vida não nos dá a chance de dormir cem anos para esquecer…

Hoje marca o dia em que comecei a traçar um sonho. Levaram meu anão de jardim e então me dei conta! É só o rascunho do plano de conhecer o lugar onde Amélie viveu seu fabuloso destino e Diana encontrou o fim da sua vida de princesa, tudo porque deixou um sapo atravessar seu caminho.

Terei um recanto em Poitiers, às margens do Rio Clain, e é bom aproveitar a oportunidade. E aí os planos começam a se agigantar. O segredo é não ficar esperando para o dia em que der para fazer tudo, mas começar a pôr em prática. Vou começar recortando, colando, montando esse sonho até ver o traço ganhar contornos de realidade.

Mãos à obra!

sub1_305.jpg

Anúncios