O escritor Fabrício Carpinejar fez um horóscopo para uma publicação em uma revista e colocou no blog dele.

Destaco com o que me identifiquei no meu signo:

AQUÁRIO
21/1 a 18/2

* Música é dar voltas na mesma frase.
* Eu vivo o que não consegui imaginar.
* Ninguém nasce para não perturbar.
* Ao receber excremento de aves, chamo a sujeira de sorte.
* A brasa dorme sempre com a chave do lado de fora.
* Não fui avisado que estava vivo. Como uma corrida que começou e não ouvi a contagem.

Veja também o seu

Anúncios