No fim de semana que fui para praia, descobri, já estando lá, que a peça Toda Nudez Será Castigada, do Nelson Rodrigues estava em cartaz no Theatro São Pedro. Perdi! Que pena. Ontem assistindo ao programa do Jô, um cara que organizou um livro sobre teatro no Brasil afirmou que o grande marco foi a estréia de Vestido de Noiva do mestre. Sinto que é urgente que eu termine de ler a obra literária do Anjo Pornográfico e me inicie no seu teatro. Até hoje só vi remontarem Toda Nudez… nunca ouvi falar das outras, desde que eu passei a conhecê-las. Quando li suas memórias fiquei curiosíssima pela peça Perdoa-me Por Te Traíres. Poutz que situação!!!

E diga se de passagem que o Jô Soares corrijiu uma injustiça dizendo que Nelson nunca escreveu um palavrão. O único xingamento que ele faz em uma peça é quando a filha chama o pai de “contínuo”. Uma vez fiquei revoltada com uma piada que dois caras se xingavam no trânsito e um deles citava um escritor famoso e o outro dizia: “vai tomar no cú” – Assinado Nelson Rodrigues.

Acho que A Vida como Ela é na televisão erotizou muito sua obra. Na leitura, fica tudo sugerido, se é que posso dizer isso.

Anúncios